Tecnologia torna pomares "inteligentes"



O cientista americano Jason Aramburu criou uma tecnologia que faz com que pomares sejam capazes de medir suas próprias necessidades. O dispositivo, denominado Edyn Garden Sensor, fica enterrado no solo e também consegue detectar qual tipo de planta é ideal para aquela área.

O sistema tem capacidade de captar dados como níveis de umidade do solo, fertilidade, temperatura, umidade do ar e intensidade da luz solar, registrá-los e enviá-los via wi-fi em tempo real para um aplicativo instalado no smartphone do cuidador do pomar. O sensor também pode ser acoplado com o sistema de irrigação a fim de que a própria tecnologia possa acioná-lo quando o solo estiver muito seco.

O projeto foi desenvolvido em parceria do designer Yves Behar e surgiu da ideia de que cada planta é única, necessitando de elementos específicos para cada momento do dia. Behar conta que o plano inicial era construir um dispositivo que permitisse que o pomar conseguir 'conversar' com o produtor, exigindo suas necessidades quando realmente precisasse.

"A ideia era criar uma comunicação fácil entre a natureza e seu cuidador, para que a pessoa pudesse ver especificamente de que suas plantas precisam, projetando, ao mesmo tempo, algo que fosse bonito no contexto do jardim”, explica.

O equipamento é implantado na terra e alimentado com energia solar, exigindo poucos recursos para o seu funcionamento. Já o aplicativo é um pouco mais complexo, porém funcional, ele é atualizado com os mais recentes conhecimentos científicos da área e dados meteorológicos do momento, tendo a capacidade de fazer combinações e relações cruzadas das propriedades da planta, como o clima e as características principais do solo.

 

 

 

Fonte: Agrolink

 




Mais Notícias

Rua Pedro Celestino, 1802 - 2º Andar - Salas 23/26 - Telefone (67) 3022-4247 - CEP 79.002-371, Campo Grande/MS
Agrotvnews - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por