Mercado de biodefensivos deve somar US$ 6,6 bilhões até 2022



O mercado de defensivos biológicos deverá crescer em cinco anos mais do que o dobro do valor atual. De acordo com Gary Adkins, gerente de produção da Global Adjuvants Company, a perspectiva é de que a comercialização de biodefensivos some US$ 6,60 bilhões até 2022, sendo que apenas no ano passado a quantia foi de US $ 3,22 bilhões.

Esse aumento pode ser atribuidoa a uma série de fatores como as restrições aplicadas sobre os defensivos químicos tradicionais, adoção e compreensão do Manejo Integrado de Pragas (MIP) e controle de resíduos. Nesse sentido, o gerente de produção comenta que essa visão sustentável da agricultura não se resume apenas na aplicação de defensivos, mas também na produção orgânica em si.

"A produção Orgânica também é um mercado em crescimento. Em 2016, havia 57,8 milhões de hectares de terras agrícolas orgânicas, e produtos orgânicos com um valor total de cerca de US $ 90 bilhões foram vendidos globalmente, um aumento de 15% em comparação com o ano anterior", afirma.

Contudo, Adkins acredita que somente os biodefensivos podem não ser suficientes para uma eficácia total na lavoura. Para enfrentar esse problema ele aconselha o uso de adjuvantes específicos para o mercado orgânico, os bioadjuvantes, que não poluem o meio ambiente e pontencializa os efeitos dos defensivos biológicos

"O controle biológico oferece excelentes possibilidades para melhorar a eficiência de toda a produção agrícola, especialmente a Produção Orgânica, mas precisará de soluções adjuvantes específicas para superar a eficácia e os problemas de uso. Os adjuvantes atualmente disponíveis funcionarão em alguns casos, mas muito mais trabalho é necessário para garantir a compatibilidade. Assim como uma ampla gama de adjuvantes químicos está agora disponível para controles químicos, no futuro, acredito que veremos uma nova gama de bio adjuvantes.", pontua.

 

 

 

Fonte: Agrolink

 




Mais Notícias
Crédito rural: necessário manter e inovar 14/08/2018

Crédito rural: necessário manter e inovar

Desde a década de 1960, o Crédito Rural tornou-se importante instrumento de apoio ao desenvolvimento do setor primário, assegurando recursos destinados a custeio, investimento ou comercialização
Arrozeiros cobram soluções para problemas históricos da lavoura gaúcha 14/08/2018

Arrozeiros cobram soluções para problemas históricos da lavoura gaúcha

Audiência pública realizada na Assembleia Legislativa apresentou temas prioritários que serão encaminhados aos candidatos ao governo gaúcho
Projeto recupera pastagens em Minas Gerais 14/08/2018

Projeto recupera pastagens em Minas Gerais

As ações desenvolvidas pelo projeto ABC Cerrado têm contribuído para o avanço sustentável da pecuária de leite e de corte em Minas Gerais, incluindo a recuperação de cerca de 15 mil hectares de pastagens degradadas
Trigo: Oferta mundial da 2018/19 deve cair frente à temporada anterior 14/08/2018

Trigo: Oferta mundial da 2018/19 deve cair frente à temporada anterior

A oferta mundial de trigo da safra 2018/19 deve ser menor que a da anterior, enquanto o consumo pode crescer. Esse contexto pode pressionar a relação estoque/consumo e elevar os preços no médio prazo
Capital Nacional do Leite reúne o que há de melhor no setor durante o Agroleite 2018 14/08/2018

Capital Nacional do Leite reúne o que há de melhor no setor durante o Agroleite 2018

Entre os pontos altos do evento estão o Troféu Agroleite, a Trilha do Leite, o Torneio Leiteiro e os seminários e fóruns para troca de conhecimentos
Alface: Vendas enfraquecidas pressionam cotações em MG 14/08/2018

Alface: Vendas enfraquecidas pressionam cotações em MG

Com a comercialização de folhosas na região de Mário Campo (MG) ainda baixa, os preços registraram nova queda entre 6 e 10 de agosto.

Rua Pedro Celestino, 1802 - 2º Andar - Salas 23/26 - Telefone (67) 3022-4247 - CEP 79.002-371, Campo Grande/MS
Agrotvnews - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por